ABDOMINOPLASTIA

RESUMO

Mesmo pessoas magras e saudáveis podem apresentar um abdome com flacidez de pele, estrias e abaulamentos. As causa mais comuns são: múltiplas gestações, cirurgias prévias, variações de peso e fatores hereditários.

A abdominoplastia remove o excesso de pele, gordura e possibilita restaurar o afastamento dos músculos abdominais, corrigindo o aspecto abaulado do abdome. Esta cirurgia torna o abdome plano, mais tenso e pode ser associada com uma lipoaspiração dos flancos e dorso para melhorar o contorno de todo o tronco.

A cirurgia geralmente é realizada com anestesia peridural e a previsão de alta para o dia seguinte a cirurgia.

RB-03
RB-02
RB-01

VÍDEO EXPLICATIVO

INFORMAÇÕES

A Cirurgia do abdomem deixa cicatriz muito visível?
A cicatriz resultante de uma dermolipecitomia localiza-se horizontalmente logo acima da implantação dos pelos pubianos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdome a ser corrigido. Esta cicatriz é planejada para ficar escondida sob as roupas de banho (há casos, mesmo em que a própria “tanga” poderá ser usada), e infalivelmente passará por vários períodos de evolução e só após o 12º mês a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente atingindo, assim, o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia do abdome deverá ser feita após este período.
Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo?
Nos primeiros meses, o abdome apresenta uma insensibilidade relativa, além de estar sujeito a períodos de “”inchaço””, que regride espontaneamente.

Nesta fase, poderá ficar com aspecto de “esticado”” ou “plano””. Com o decorrer dos meses, tendo-se iniciado os exercícios orientados para modelagem, vai-se gradativamente atingindo o resultado definitivo. Nunca se deve considerar como definitivo qualquer resultado, antes de 12 meses de pós-operatórios.
É verdade que será feito um umbigo novo?
Não. O seu próprio umbigo será transplantado e, se necessário, remodelado. Deve-se levar em conta que, circundando o umbigo existirá uma cicatriz que sofrerá a mesma evolução da cicatriz inferior (descrita no item anterior).
A dermolipectomia abdominal corrige aquele excesso de gordura sobre a região do estômago?
Nem sempre. Isto depende do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdome). Se ele for do tipo curto, dificilmente será corrigido. Sendo do tipo longo, o resultado será mais favorável. Também tem grande importância, sob este aspecto, a espessura do panículo adiposo (espessura da gordura) que reveste o corpo.
Poderei ter filhos futuramente? O resultada não ficará prejudicado?
O seu médico ginecologista lhe dirá da conveniência ou não de nova gravidez. Quanto ao resultado, poderá ser minimamente afetado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado por aquele especialista. Aconselhamos entretanto, que tenha todos os filhos programados antes de se submeter a uma dermolipectomia abdominal.

CONTATO E MARCAÇÃO DE CONSULTAS