IMPLANTE DE SILICONE NOS GLÚTEOS

RESUMO

Num corpo bonito, saudável e harmonioso, o contorno dos glúteos é muito valorizado. No entanto, alguns fatores como vida sedentária, idade e genética podem tornar os glúteos caídos, flácidos e com pouca projeção. Para tanto, as cirurgias de inclusão de próteses de glúteos são indicadas para aumento do volume e melhora da forma da região glútea.

A cirurgia é realizada através de uma incisão no sulco interglúteo, de sete centímetros de comprimento, a qual fica pouco perceptível. Coloca-se uma prótese de silicone coesivo sob a região do músculo glúteo maior, o qual protege a prótese e proporciona um aspecto natural e inaparente ao toque ou ao olhar. Pode ser associado um enxerto de gordura na região glútea para melhorar o resultado final da cirurgia, sendo esta gordura removida através de uma lipoaspiração.

RB-03
RB-02
RB-01

VÍDEO EXPLICATIVO

INFORMAÇÕES

Indicações
A gluteoplastia está indicada para todos aqueles que queiram aumentar ou modelar o bumbum. Em geral, a indicação é para nádegas pequenas, com formato achatado ou que apresentam flacidez e perda de sustentação.
Como é feito o implante de silicone no glúteo?
O implante é realizado com anestesias locais (raqui ou peridural) ou anestesia geral. “O procedimento exige ao menos um dia de internação e deve ser realizado em ambiente cirúrgico, com duração aproximada de uma hora e meia”.

É realizada uma incisão com cerca de cinco a seis centímetros no sulco vertical que fica entre os glúteos, e através desta são introduzidos os implantes direito e esquerdo. A prótese é posicionada dentro do músculo glúteo maior, numa posição anatômica. Por ser um local de pouca visibilidade, exatamente entre as nádegas, é difícil observar a cicatriz, que fica na altura do cóccix.

A prótese também pode ser posicionada abaixo do músculo, no entanto, o resultado é esteticamente inferior e, por isso, a técnica é pouco utilizada.
Escolha da prótese
Existem os implantes redondos (semiesféricos) ou ovais (trapezoides). Os critérios de escolha estão sujeitos ao biótipo da pessoa: devem estar em acordo com o formato do corpo e, além disso, com os objetivos do paciente. “Em geral, as pacientes com o quadril mais largo podem optar pelos redondos, já aquelas que têm quadris mais estreitos preferem os ovais, mas isso não é uma regra”.

“A prótese semiesférica deixa o resultado um pouco mais artificial, levantando mais o glúteo, a trapezoide imita a anatomia do músculo, proporcionando um resultado mais natural”.

CONTATO E MARCAÇÃO DE CONSULTAS